Post by Category : Empreender importando

Porque não virar um importador profissional de suplementos?  0

Poder finalmente abandonar aquele seu emprego chato e ter o seu próprio negócio parece um sonho extremamente distante para muitos. Entretanto, atualmente com a Internet esse sonho tão comum aos brasileiros tem se tornado cada vez mais comum e se concretizado. Hoje vamos falar de como você também pode inovar e empreender se aproveitando da facilidade que a era da informação e a Internet gera.

O negócio de que vamos falar hoje é o da importação de produtos para revenda, mais especificamente, de um tipo de produto que continua tendo boa vendagem mesmo em tempos de crise, os suplementos alimentares. Primeiro vamos falar um pouco sobre como atuar no nicho de importação em geral e revender seus produtos e depois passaremos a algumas dicas mais específicas sobre o subnicho de importação de suplementos.

como importar suplementos para revender

A primeira coisa que você precisa ter para importar com frequência, seja de qual país for, é de um cartão internacional. Se você não tem um peça ao seu gerente, pode ser necessário que você tenha que comprovar renda, mas nesse caso um DECORE fornecido por um contador deve dar um jeito. Se ainda assim você não conseguir obter um cartão de crédito internacional com um bom limite para iniciar as suas compras no exterior então você tem duas opções: conseguir um sócio que possua ele ou ainda se utilizar de serviços de cartão de crédito pré-pago online, no qual você paga antecipadamente, eliminando o risco da operadora do cartão e, por isso mesmo, é muito mais fácil de conseguir. Esse cartões pré-pagos costumam cobrar uma taxa extra na hora de financiar o preço em moeda estrangeira,sendo portanto mais caros, mas se você não tem outra forma de conseguir um limite para compras internacionais então esse é o jeito.

A segunda coisa a se preocupar é em obter um CNPj para que você possa fazer importações em um volume maior e com isso conseguir obter descontos extras em muitos fornecedores internacionais. Outra boa dica para conseguir economizar na hora de comprar suplementos é aprender dicas para evitar a taxação, mas falaremos melhor sobre isso mais para a frente.

Após fazer isso, você já estará pronto para começar a sua jornada para se tornar um importador profissional. O próximo passo a partir daqui é conseguir bons fornecedores para os produtos que você vai importar, o que é de vital importância para o seu negócio, podendo significar a diferença entre lucrar muito e de forma consistente ou fracassar na empreitada. Um bom fornecedor precisa aliar duas características fundamentais: confiança e preço. Você precisa ter certeza de que o importador que você irá usar com frequência para importar os seus produtos é confiável o suficiente para que não tenham surpresas e nem amargue prejuízos. Em segundo lugar, é bom que este fornecedor tenha um preço bem competitivo, pois você tem que considerar que existem uma série de fatores que irão pesar nos seus custos de importação, como por exemplo o frete internacional e os tributos incidentes. (Um bom exemplo de fornecedor é a vitacoast.

É claro que aprender como importar suplementos para revender com altas margens de lucro é algo que leva tempo para ser dominado com maestria, entretanto, seguindo as dicas aqui passadas você já tem uma boa receita para começar. Outras boas dicas é sempre procurar comprar de lojas que tenham embalagens que não chamem muito a atenção e sejam relativamente pequenas, pois estas costumam passar despercebidas pelos fiscais da receita federal na Alfândega e você acaba não sendo taxado. Portanto, lojas muito conhecidas com embalagens muito bonitas estão fora desse quesito.

Gostou dessas dicas? Então fique atento porque daremos mais dicas de como empreender nesse nicho em breve.